A falácia dos testes em animais em cosmética

Ninguém nunca testou em animais por ser um cientista sádico ou por ter desejo de sangue, até porque efectuar testes em animais é ridiculamente dispendioso. Os animais utilizados não são os nossos animais de estimação, são animais geneticamente modificados para terem um genótipo conhecido, com determinadas características padronizadas, criados em condições matematicamente idênticas e com um ambiente altamente controlado (humidade, temperatura, luz, som, etc.).