Vou a um casamento, e agora?

Só elementos do género feminino compreendem o pânico nu que sentimos quando vemos aquele casal que andava no vai-não-vai para casar tocar-nos à porta com um convite na mão. Na nossa mente percorremos imediatamente o nosso guarda-roupa em pensamento e pensamos “Raios!!! Não tenho nada que vestir/ que me sirva/ que ainda não tenha sido visto por aquele grupo de pessoas!!”. Percorremos freneticamente as lojas e lá desencantamos um vestido que é invariavelmente sempre mais caro do que tínhamos antecipado, desencantamos mais uns sapatos que sabemos que nos vão chacinar os pés, uma clutch algures que já nem nos lembrávamos que tínhamos. Marcamos cabeleireiro e pronto. Ufa. Espera, e a maquilhagem??!!

Primeiro passo: contemplar a gaveta da maquilhagem e ver o que têm para trabalhar. Tenho 4 conselhos para vocês:

1- A vossa zona de conforto é só vossa. Por mais que vos digam que ficavam mesmo mesmo lindas era com um smokey eye preto, há muita gente que não se consegue ver ao espelho assim. Usem o que vos faz sentir bonitas, pouco importa a temática do dia;
2- Tirem um pouquinho de tempo para dedicar à maquilhagem nesse dia, nem tudo corre sempre bem à primeira;
3- E falando nisso, quanto maior for a novidade, menor a probabilidade de correr bem. Ou seja, este não é um dia para experimentar aquela sombra brutal nem aquela técnica que viram no youtube. Se querem fazer algo novo, sugiro que pratiquem com antecedência, sorte de principiante existe, mas não é frequente;
4- Analisem a temática do casamento: se for algo etéreo e leve, a maquilhagem (e a indumentária) deverá condizer, assim como se for um casamento na praia, mas já será diferente se o casamento for um arraial, etc. No final, deve existir harmonia na temática.

Preparação da pele:

Nesse dia ou no dia anterior, façam uma máscara esfoliante seguda de uma de hidratação, nenhuma maquilhagem fica bonita sobre uma pele mal tratada. Sigam com os cuidados de pele normais que costumam ter.

Apliquem um primer pois, se há dia em que é necessário que a maquilhagem dure bastante e com bom aspecto, é quando vão ser fotografadas durante todo o dia. Na escolha da base, não escolham nada que tenha um SPF superior a 20, pois vai reflectir com o flash durante as fotografias, dando a ilusão de que a vossa cara é mais clara que o resto. O mesmo se aplica para todos os correctores com caneta e pincel ao estilo do touche eclát da YSL, abortar nesse dia! Utilizem um corrector que não seja iluminador e apenas onde vêm sombra no vosso olho (ou seja no canto interno e descendo um pouco até onde o olho faz sombra). O look panda invertido também não é algo que queiram conservar num album de família. Se forem usar blush em pó, apliquem o pó neste passo. Aconselho blush em creme se não têm muitos pincéis nem muita prática, pois é fácil de aplicar e o efeito é mais natural, tenham é em atenção à quantidade, começem com pouco e vão construíndo a cor.

Olhos:

Aqui começamos a entrar nas zonas de conforto de cada pessoa. Se não estão acostumadas a usar maquilhagem no dia-a-dia, sugiro algo simples, comprem um trio ou um quad de tons que gostem e vos fiquem bem e tentem aplicar da maneira clássica que vem mencionada na embalagem, aconselho prática prévia também e não se esqueçam da linha de pestanas inferior onde podem colocar um lápis. Exemplos de combinações eternas:

Nunca se esqueçam do primer antes da sombra em pó. Se estiverem a olhar para isto e a pensar “isto é demasiado ninja para mim!”, sem pânicos, podem usar apenas uma sombra e ficará óptimo na mesma, não se esqueçam de a esfumar com um pincel fofo apenas. Se estiverem à vontade com o eyeliner, apenas eyeliner sozinho ou a complementar um smokey eye fica elegante sempre, se não estiverem, mais uma vez, esta não é a ocasião para experiências. Completem com máscara de pestanas à prova de água.

As duas sombras individuais que mostro acima são absolutamente à prova de nabice, e são daquelas que parece que fizeram muita coisa quando nem por isso. Os trios da Wet n Wild podem ser encontrados no Maquillalia.com ou no Primor.eu, por exemplo.

Lábios:

Quanto aos lábios, mais uma vez, tudo depende também da vossa zona de conforto. Eu, por exemplo, estou habituada a ver-se com cores vivas, por isso a mim não me causa qualquer constrangimento ver-me de batom forte, mas percebo que à maioria das pessoas possa causar. Se optaram por olhos mais escuros no passo anterior, talvez seja melhor optarem por um batom mais suave, ou se não estão habituadas. Mas, mais uma vez há que experimentar pois já me aconteceu imensas vezes ter um batom pensado para uma maquilhagem e achar que ia ficar perfeito, quando me apercebo que fica carregadíssimo e “too much“.

Não se esqueçam também que nem todos os vermelhos são iguais, se quiserem levar um vermelho, mais escuro é mais clássico e uma aposta mais segura, mais aberto e a puxar para o laranja, apesar de muito bonito também, não é tão universal. Sugiro ainda um lápis delineador de lábios, pois ajuda o batom a durar mais e a que a aplicação seja mais perfeita.

Portanto, pensem no casamento no que levam vestido e no tema, e treinem antes do dia! Este post foi uma abordagem simples, com produtos a preços acessíveis (nenhum passa dos 15€, se não estou em erro) e não, a Rimmel não me patrocina, só acho que eles têm das relações qualidade/preço mais jeitosas do momento.

6 thoughts on “Vou a um casamento, e agora?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s