Review: Glamglow Brightmud Eye Treatment

Falei aqui há tempos no meu vídeo de favoritos de Janeiro, do quão fantástica é esta máscara de olhos, hoje explico-vos porquê. A Glam Glow brightmud eye treatment* é uma máscara flash para a área periocular, o que faz dela um produto único no mercado. Deve ser usada em tratamento flash quando nos sentimos cansadas e com olheiras até ao umbigo. Vá, antes de uma ocasião especial (em resposta ao que provavelmente pensaram face à afirmação anterior: “o quê, todos os dias?”).

Dentro da embalagem encontram-se várias doses semelhantes a lentes de contacto descartáveis no exterior (acho eu, que nunca usei lentes, mas as que vi costumam ser assim), que albergam no seu interior um creme com bocados de folha de chá verde. Não sei poque é que a GlamGlow insiste nas folhas de chá verde (mesmo mesmo) em todo o santo produto, mas pronto, já se percebeu que é para sabermos que é deles quando abrimos a embalagem. Pode ser aplicado em toda a área periocular com “batidas” e removido após 3 minutos com um kleenex, nunca deixando secar o produto.

Vou-vos falar primeiro dos ingredientes porque sou eu, e é para onde eu olho primeiro também. A lama presente nesta mudmask em específico, é a bentonite, uma lama que são basicamente cinzas vulcânicas, rica nalguns minerais interessantíssimos e muito fina.

Na segunda linha da formulação aparece logo uma coisa que me entusiasmou: ectoína. A ectoína tem estado in the back of my mind, desde que a ATL lançou um creme para pele atópica com este extra, e eu na altura fui investigar do que se tratava. Trata-se de um composto produzido por uma bactéria que actua retendo a água para a bactéria sobreviver, neste caso em concreto, retendo a água na pele, e protegendo-a da desidratação. Uma alternativa brutalmente interessante ao ácido hialurónico portanto, que funciona de uma maneira ligeiramente diferente. Pelos vistos também não é uma coisita barata, pelo amostra do tal creme da ATL e de um concentrado de ectoína da État Pur, que também não é dos mais baratos que têm. Curiosamente, este composto é também usado em gotas nasais e oculares em situações alérgicas, mais uma vez para hidratar as mucosas.

Esta ectoína esta inserida no que a marca chama “Juvelane” que dizem eles ser um conjunto de anéis de titânio que activam a produção de fibras elásticas. Neste complexo figura ainda a dihidroximetilcromona que é uma coisinha patenteada sobre a qual pouco descobri, mas que a GlamGlow diz que estimula a síntese do colagénio e reduz a sua degradação, inclui um ciclopéptido que dizem só que combate os sinais de envelhecimento (eu cá gosto por ser um “agrupamento molecular” redondo, coisa que me agrada sempre) e deve ter funções de “enchimento” ou de veiculação aqui nesta formulação. Inclui-se ainda nesta “salada” um troxerutin, um bioflavonóide que basicamente é um anti-oxidante e estimula a circulação (primo daquelas coisas dos Antistax e Daflons da vida).

Para além disto tudo, há ainda cafeína sob todas as formas e feitios: guaraná, café, chá verde, menta como vasoconstritora também e anti-oxidantes como os da camélia e do cacau.

Resumindo isto tudo? Isto não é só bom, é maravilhoso.

Não imagino os anos que isto levou a formular e percebo pereitamente o preço de 49,95 € por 12 unidades (que dariam para 12 usos mas, na verdade para mim vão-me dar 24 porque acho mais que suficiente uma “cápsula” para os dois olhos) e os resultados são de facto, surpreendentes. Se repararem acima, a parte castanha da minha olheira desapareceu bastante e a parte roxa ficou também menos aparente. Para além disso, a zona periocular fica ainda hidratada e pronta para receber maquilhagem.

Este produto pode ser usado por toda a gente (senhores e senhoras!) que tenha olheiras e sinta frequentemente ao olhar para o espelho que parece cansado.

5/5 estrelas – excelente!!!

Não é um produto essencial à vida, como é óbvio, mas se faz diferença? Ah pois faz sim senhores!

*Produto cedido pela marca para review.

18 thoughts on “Review: Glamglow Brightmud Eye Treatment

  1. Thaisa Santos diz:

    Eu queria mesmo muito amar este produto, mas só me fez acreditar que as minhas olheiras não tem mesmo solução, ainda assim, notei diferenças significativas como uma pele mais iluminada, macia e papos menos inchados, as olheiras persistiram.

    Fico feliz que ao menos resulte para os restantes mortais com olheiras “normais” :p

    (Adoro ler as tuas reviews “científicas”)

    Beijinho

    Gostar

  2. patuxxa diz:

    Olá! Sabes uma coisa engraçada, hoje fui tirar um produto da État Pur que tinha guardado para os dias de maior intensidade solar e percebi que já tinha falado nele: é a ectoína, que curiosamente eles vendem como sendo adequado à preparação da pele antes da exposição solar e protecção da mesma durante…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s