ModaLisboa

Este ano graças à Shiseido fui convidada a comparecer na ModaLisboa. Devo já já avisar que sou uma perfeita leiga no mundo da moda, sei do que gosto e do que não gosto, agora se é “fashion” ou deixa de o ser, não sei e francamente numa grande percentagem dos casos, tanto se me dá.

Assim, considerem as minhas impressões do evento, minhas, leigas!

O dia começou com o Nuno Gama, que fez uma coisa à grande e à portuguesa! Meteu cavalos, meteu a banda filarmónica da GNR (que repetiu a melodia três vezes, o que achei ligeiramente aborrecido, mas realmente ali não havia muito para inventar, um mashup que incluía alguns fados e músicas tradicionais). Pela primeira vez incluiu ainda algumas modelos femininas, que ele não costuma fazer, ora vede:

Foto: © ModaLisboa / Photography: Rui Vasco
© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

Eu tentei tirar fotos, a sério, mas ficaram horríveis, e aqui estão feitas por profissionais devidamente referenciados, há que mostrar o que há. Avançando, a Raquel Prates foi a estrela de entre as modelos femininas, estava (É!) um espanto, quero aquele blaser e, apesar de não se ver na foto, tinha um penteado entrançado giríssimo combinado com um batom vermelho, eyeliner grosso e contorno pesado. Mesmo como eu gosto: maquilhagem TUDO! A colecção estava bastante patriota e acho que a Raquel foi uma escolha magnífica para representar a mulher portuguesa. Gostei!

No desfile de Aleksandar Protic gostei da maquilhagem, que foi das mais emocionantes: sombra vermelha em formato cat-eye nalgumas modelos e, noutras, sombra cobre ligeiramente esfumada, o resto “natural”:

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

Já agora, se algum dia me quiserem oferecer um presente, qualquer um destes casacos e as primeiras botas serão recebidos com alegria e gratidão.

Já no Ricardo Andrez, não apreciei particularmente a colecção, mas tudo o que me lembre um edredon horripila-me, pessoalmente, e mais de metade da colecção tinha semelhanças com tal artefacto. Mas houve saias masculinas, mais uma prova de que não se pode ter tudo na vida. A maquilhagem foi para lá de estranha para acompanhar o grafismo das peças e envolvia um eyeliner a meio da pálpebra.

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

Sou pela democratização da saia, pró menino e prá menina.

Provavelmente foi a seguir a Pedro Pedro que comecei a ficar impaciente, os desfiles já iam uma hora e muito atrasados, e depois sabem que moda e comida não se misturam. Sugiro mesmo um dia destes distribuírem canapés, porque não se aguenta, tanta hora ali, à espera de desfiles, sem comer, a beberricar um cocktail e a continuar a fingir que se percebe um boi de moda. Nunca achei que fosse tão cansativo!

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

E depois houve O vestido da colecção, que toda a mulher na audiência quer no seu roupeiro para ontem, pelo menos eu sei que quero. Astronauta meets roma antiga: yes please! A maquilhagem era boooooooooooring já agora: nada a reportar.

No Dino Alves, adorei a combinação de cores, quase primaveril se não estivesse lá o preto a relembrar o Outono/Inverno.

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

A maquilhagem era bastante interessante, apesar de minimal, havia um iluminador prateado nos pontos de luz convencional e ao lado do nariz, fazendo um efeito quase de metal, blush vincado em homens e mulheres e a única sobrancelha à vista estava desenhada. E turbantes, os turbantes vêm aí e vão ficar!

Já a noite ia longa quando o Miguel Vieira mostrou a sua colecção. Bonito, convencional e agradável, chic até, na minha humilde opinião.

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

Estes foram os favoritos. A maquilhagem consistiu num smokey eye alongado bem bonito e clássico.

O Filipe Faísca era o desfile mais aguardado pelos fashionistas e o que fechou a ModaLisboa. Confesso, por esta altura já só queria comer algo, mas parece que foi emocionante porque havia imensos famosos que nunca tinha visto na vida a desfilar.

© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco
© ModaLisboa / Photography: Rui Vasco

Gostei bastante das malas e de certos coordenados em que os modelos desfilaram lado-a-lado! Os padrões foram a parte mais surpreendente e, a nível de maquilhagem, as modelos tinham os olhos contornados com khôl e iluminados com uma sombra prateada (que parecia das em creme da Shiseido), a algumas assentava como uma luva, outras estavam um pouco assustadoras, devo admitir. Foi um desfile diferente e provocador, com mulheres reais na passerella, coisa rara.

Eu mostrei a minha maquilhagem no facebook do blog e no post sobre batons de domingo também, simples mais simples não poderia ter ido! Espero que tenham gostado das minhas impressões, para quem não pôde lá estar, e para quem esteve, certamente tem muitas opiniões diferentes das minhas! Gostei imenso de conhecer a Rita e de rever a Thais, e peço desculpa às restantes vencedoras por não vos ter encontrado, mas o caos era grande!

6 thoughts on “ModaLisboa

  1. Rita M diz:

    A Raquel estava realmente fantástica, tive pena de perder esse desfile. Já disse mas volto a dizer, que também adorei conhecer-te, e também adoro maquilhagem TUDO como tu hihi <3
    Beijinho*

    Gostar

  2. Rita diz:

    ok, este é o melhor post que eu já li sobre este tipo de evento de moda! Ri-me tanto com a descrição! Mesmo, mesmo excelente! Obrigada! Realmente, foi uma óptima forma de começar o dia 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s