Dúvidas das leitoras IV

Mais um post com as dúvidas que me têm colocado nos últimos tempos! Esta rúbrica vai ganhar um novo formato, pois vou passar a esclarecer dúvidas num fim-de-semana por mês e, avisarei na segunda anterior quando podem começar a enviar as questões por email apenas. Espero que este formato não incomode ninguém, é só mesmo para que me possa organizar melhor e consiga fazer este tipo de posts mais rapidamente. Por isso, reforço, peço-vos que não coloquem dúvidas neste post, a não ser que estejam relacionadas com as dúvidas aqui colocadas, obviamente.

Devo prevenir que não vou responder a quaisquer dúvidas colocadas fora do período que referi, caso contrário jamais haverá outro tipo de posts (porque, infelizmente, o tempo que tenho para dar ao blog é bastante limitado).

Espero que compreendam!

Cá vai mais uma leva de dúvidas!

A Lígia perguntou:

Gostei tanto da tua dica que resolvi abusar, mais um bocadinho, sim porque já coloquei uma duvida no teu blog, aguardo a resposta.
Gostava de usar um shampoo de supermercado, é mais barato e fácil de encontrar. Ate aqui uso alternado ora da O Boticario oura da The body Shop.
Tenho um cabelo com pouco volume, madeixas, oleoso na raiz e seco nas pontas.
O que me aconselhas?

Olá de novo Lígia! De uma maneira geral, não costumo ser muito fã de champôs de supermercado por serem muitop detergentes e limparem “demasiado” o couro cabeludo, deixando-o sem óleo algum e produzindo óleo exacerbadamente muitas das vezes, em consequência. Quando procurares um champô procura algo que diga “couro cabeludo sensível” pois esses são normalmente os mais gentis! Apesar da maioria dos produtos terem evoluído imenso nos últimos anos, os champôs são dos produtos que menos têm acompanhado esta mudança.

Espero ter ajudado, nem que seja um bocadinho.

A Joana perguntou:
Olá. Acabei de ler agora o post onde respondeu às dúvidas de leitoras e pensei que também me poderia ajudar.

Sempre tive a pele oleosa e com tendência a ganhar acne. Numa consulta com o médico de família, falei-lhe do problema e ele receitou-me isotretinoína orotrex (acho que escrevi direito), o que realmente ajudou com o acne. Agora o tratamento acabou e apesar de já não ter borbulhas ainda estou descontente com a minha pele. 
Para tentar melhorar fui a uma farmácia e pedi ajuda à funcionária: expliquei-lhe que tinha feito o  tratamento e que a minha pele estava seca em algumas zonas e oleosa noutras. Para além disso fiquei com muitooooooooooosssss pontos negros nas zonas do nariz e bochechas. Ela aconselhou-me o EFFACLAR DUO para chegar de manhã (controlar o acne e a oleosidade) e o MOISTURISING CREAM, SÉBIUM HYDRA da BIODERMA para a noite (hidratar).Para lavar o rosto utilizo o PURIFYING AND FOAMING CLEASING GEL, SÉBIUM GEL MOUSSANT, também da BIODERMA.  Já se passou mais de um mês e  a minha pele continua  muito oleosa na zona t (a fase da desidratação já passou) e gostaria de resolver o problemas dos pontos negros. Já pensei fazer uma limpeza de pele mas não é aconselhável para esta altura do ano devido ao sol e ao calor.
Será que me podia ajudar a estabelecer uma rotina mais eficaz? E indicar-me uma máscara ou um tónico que me ajudem com os pontos negros?

Olá Joana, acho que a tua rotina está fenomenal, a minha colega aconselhou-te bem. A única questão que alterava era substituir o produto de limpeza por algo mais suave como um leite. Em  relação aos pontos negros aconselho uma máscara de lama como umas da Cartier que encontras no Celeiro ou uma Glamglow que se vendem na Perfumes&Companhia, se quiseres um produto mais luxuoso. Aconselho também uma máscara esfoliante, ambas de forma semanal e vais ver como os pontos nergos vão diminuindo.

Fica a dica, espero que ajude!

A Mariana escreve:

Está tudo bem? Desde já quero dar-te os parabéns pelo teu blog, que é para mim paragem obrigatória. Adoro a forma como falas das coisas. Tenho algumas dúvidas de skincare e se me pudesses ajudar seria fantástico!
Então é assim (começa o blá blá blá), eu quando era nova tinha um problema enorme de acne que levaram a algumas idas ao dermatologista e consequentemente ao meu início no mundo dos cremes. Mas com os meus 13 anos, eu lá me dedicava à minha pele e não punha creme nenhum que o dermatologista me receitava, o que levou a algumas (e horríveis) cicatrizes de acne. Sendo assim, passado alguns anos, eu comecei a cuidar de mim e da minha pele aos poucos, e agora, aos 21 anos, já não sei viver sem os meus cremezinhos. A minha mãe diz que eu tenho cremes para tudo, e ainda bem!
Estou neste momento a usar a gama Clean Ac da Avène (tanto creme hidratante como leite de limpeza) de manhã e à noite limpo outra vez a pele com o leite de limpeza e uso o duac gel numa noite e noutra o NeoStrata  Gel Forte Salicílico (intercalo-os). Tudo aconselhado pelo dermatologista. Também uso um creme de olhos da L’oréal Código de Juventude (não sei se é o mais adequado para mim mas foi compra de emergência que o meu contorno de olhos começou a escamar por causa dos cremes serem agressivos!).
Qual será o creme de olhos mais adequado para a minha situação?
Também, as minhas cicatrizes incomodam-me muito, quem não sonha em ter uma pele fofinha de bebé? Pois, eu normalmente uso BBCream da L’óreal para peles oleosas (não gosto de usar bases muito pesadas no dia-a-dia) e quando ponho blush ainda evidencia mais as minhas marcas. Sendo assim, podias recomendar-me um creme superpotente e fantástico para ver se as marcas começam a desaparecer? Sei que esse desaparecimento será demorado mas este é o próximo passo (já que a minha acne melhorou substancialmente). Eu costumo fazer exfoliação na cara com um exfoliante da Avène também mas não chega.
Desculpa este relatório gigante.
Muito obrigada!
Muito obrigada Mariana! Ora em primeiro lugar: creme de olhos. Facto: quem fez tratamentos anti-acne está mais sujeito a rugas do que as restantes pessoas porque, durante anos, tomaste medicação e usaste produtos para te atrofiar as glândulas sebáceas. A boa notícia é que ainda vais a tempo 😉 Um bom que costumo recomendar é o da Clinique “al about eyes riche” que uso à noite, ou de qualquer outa marca. Não te assustes com as palavras “anti-rugas” nem penses que são muito pesados para ti (a não ser que diga qualquer coisa como efeito super lift!!), porque colocar idades para se usar determinada coisa é o maior mito induzido pela indústria nas pessoas.

Pois para reformular a pele o mais aconselhável é fazer um peeling mesmo com o dermatologista, hoje em dia isto já não quer necessariamente dizer que vais sair do consultório com cara de bife tártaro, já que estes tratamentos evoluíram imenso nos últimos anos, especialmente quando feitos por um profissional qualificado e não pela Maria Amélia ali do salão do canto. Se achares que não estás pronta para uma solução tão radical, aconselho algo como o sérum Retexturing Activator da Skinceuticals que, tal como o nome indica, muda a textura da pele, durante o dia, e à noite qualquer coisa como o Advanced Night Repair da Esteé Lauder que protege contra os radicais livres e também ajuda a remodelar a pele. Podem ser semelhantes a estes, como substituir o ANR da Esteé Lauder pelo Sérum 10 da Skinceuticals. Outro produto interessante é o Cosmelan 2 da Mesoestetic (o 1 é de uso exclusivo em gabinete médico), mas esse é um peeling potente, mesmo feito em casa, ao contrário dos anteriores que são mais suaves, se optares por este, sugiro um creme gordo usado em conjunto e um protector solar SPF 50+ mineral, para não entrar nem um raio de sol. Outro produto que podes experimentar à noite em vez de todos estes que referi é o Rosehip Oil da Pai Skincare (à venda online e na Skinlife) que é conhecido pelas suas propriedades cicatrizantes e regeneradoras da pele! Creio que ia resultar maravilhas com um sérum esfoliante!

Em relação ao blush, há uma regra básica que te ajudará imenso: blushes brilhantes reflectem a luz, dando mais dimensão ao rosto, blushes mate no entanto, disfarçam dimensões, tanto depressões como inchaços, por isso são excelentes para quem tem acne ou marcas (depressões negativas ou positivas). Esta é a mais fácil de resolver!

Espero que ajude!

2 thoughts on “Dúvidas das leitoras IV

  1. Anónimo diz:

    Olá Mia! Sinceramente não conheço o teu blog à muito tempo nem tão pouco o procuro todos os dias mas quando o descobri “miguei-o” de uma ponta à outra com uma satisfação que não consigo descrever. A explosão de blogs que tem havido nos últimos tempos e o facto de toda a gente pensar que sabe de assuntos tão específicos como é o caso da nossa pele deixa-me preocupada e ler-te, e através das explicações que dás, dos produtos que apresentas transmite imensa confiança. Obrigada, muito obrigada 🙂 Ana M.

    Gostar

  2. patuxxa diz:

    Já da última vez que falaste no temas dos champôs fiquei com a pulga atrás da orelha! Hoje por coincidência meros minutos antes de ler isto tinha recebido uma encomenda da skin.pt com uma amostra de champô Dercos Dermo-Calmante (sem sulfatos, parabenos, silicone ou corantes) e fiquei interessada, vou definitivamente experimentar. Afinal, quase um ano depois de passar a lavar a cara só com produtos não detergentes, tenho a pele muito mais equilibrada: é lógico que o mesmo princípio se aplique ao cabelo!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s