Como ser bonita em tempos de crise, dicas úteis

Não há como negar, a maioria das pessoas está neste momento a ter dificuldades financeiras. Por isso, há que fazer cada vez mais uma gestão inteligente do que temos e precisamos, de forma a evitar desperdícios, enquanto conseguimos continuar a ter uma aparência impecável e usar o que nos agrada. Aqui vos deixo algumas dicas e conselhos que, por experiência própria, resultam mesmo.

1- Usem, mas usem mesmo!!!

Não vale a pena estar a guardar o batom x para um dia especial. Não vale mesmo. Porque esse dia especial pode não chegar (esperemos que chegue, no entanto), porque nos vamos esquecer desse batom nesse dia especial e porque o batom se vai estragar à espera de tal dia! Estar vivo é motivo suficiente para celebrar com maquilhagem bonita, e ainda nos pode animar um dia muito pouco especial!


2- Rapem o tacho

Isto soa mal, eu sei. Mas, a verdade é que muitas vezes deitamos embalagens com muito produto ainda, fora. Cortem as embalagens, abram-nas, espremam o produto até à última gota! Nos champôs e produtos que fazem espuma, acrescentem um nadinha de água à embalagem e agitem para aproveitar os restinhos colados às paredes. Parecendo que não, vão poder usar o vosso produto preferido mais uns dias.

3- Fazer stock

O vosso desmaqulhante peferido está em promoção? Se puderem, comprem mais duas ou três embalagens, especialmente se for um produto com grande prazo de validade e que vocês sabem que vão usar sempre, como hidratantes, desmaquilhantes, champôs e máscaras de cabelos…sei lá! Aproveitem estas alturas e guardem onde saibam deles. Não vale fazer isto e depois comprar algo novo para testar.

4- Usem o que têm e não pensem no que queriam ter

Acham que não conseguem viver sem aquele blush que viram naquela blogger em dado momento? Olhem bem para o que têm e vejam se não têm nada parecido. Nem remotamente? Não acredito. E se misturarem dois? Ah, assim já dá.

Usem o que têm, sejam inventivas e diferentes, não sonhem demasiado com o que não podem ter (ahhh um blush tom ford!!!) porque isso não traz felicidade! Adaptem looks que vos agradam ao que têm em casa e podem ter resultados muito bonitos!


5- O barato é que nos leva o dinheiro

Queriam mesmo era um hidratante XPTO. Mas não têm dinheiro. Vão ao supermercado e compram um. Faz-vos alergia. Compram outro. Deixa-vos a pele oleosa. Compram outro, deixa-vos a pele seca. Somem o dinheiro e vejam lá se não dava para ir à farmácia comprar um hidratante como deve ser. Há coisas nas quais não vale a pena arranjar “quick fixes” porque é isto que nos leva mais dinheiro do que comprar logo o que desejávamos/precisávamos. Lembrem-se deste moto.


6- Um de cada categoria

Para quê ter 3 protectores solares abertos e 4 máscaras de pestanas, se os protectores duram menos de um ano e as máscaras menos de 3 meses? Mais vale ter um de cada aberto de cada vez e usar até ao fim. Não caiam em tentações. Não há problema se for a maioria da maquilhagem (excepto máscaras, como já disse), agora qualquer outro produto, é desperdício!

7- Não confiem em rituais misteriosos

Não, esfregar limão na cara não vos vai fazer desaparecer as manchas. Ou melhor, até pode, mas a seguir o pH da vossa pele vai baixar bestialmente e arriscam-se a arranjar uma infecção bem jeitosa porque vão perder todas as defesas. Não arranjem problemas que não têm e não inventem, pela vossa saúde. Essas ideias brilhantes acabam muitas vezes em variadas idas ao dermatologista (ou até mesmo ao hospital!), terapias com corticoesteróides e uma vida inteira a comprar tudo exclusivamente na farmácia: desde o desodorizante ao champô. Não que eu não queira futuros clientes. Sejam inteligentes e tenham muito amor por vocês mesmos, não arrisquem a vossa saúde. Agora não podem resolver um problema que não seja grave nem imediato, melhores dias virão e, nessa altura ele ficará resolvido para sempre!

Espero que isto ajude alguém a fazer uma gestão inteligente de recursos e mesmo a mim própria, que não cumpro algumas coisas que aqui escrevi!

10 thoughts on “Como ser bonita em tempos de crise, dicas úteis

  1. Nexinha CrueltyFreeBeauty diz:

    Obrigada pela dica sigo quase todos, vou seguir mais religiosamente o do batom, tenho tantos que comprei “antes da crise” e não os queria gastar todos mas acho que vão acabar por se estragar!

    Eu costumo aproveitar para comprar os produtos nos saldos pois compensa sempre e trago sempre que possivel mais que uma embalagem para guardar.
    Agora cheguei ao cumulo de ter 19 cremes de corpo em stock (tenho de estar prevenida para o caso de haver um holocausto :p), acho que vou parar de comprar até usar pelo menos metade destes!

    Beijinhos
    V
    diariodeumabeautyjunkie.blogspot.com

    Gostar

  2. Akuma Kanji diz:

    Óptimo post 😀
    Alguns conselhos também não os cumpro apesar de saber que são os mais acertados 😛 (esse das máscaras de pestanas, por exemplo -_-). Mas tenho uma dúvida e acho que, talvez seja pertinente colocar-ta. É uma questão relativa aos hidratantes faciais (porque ali num dos teus conselhos, o último aliás, falas em “rituais misteriosos”). Eu tenho alguma dificuldade em encontrar um hidratante bom para mim. Desde que me lembro sempre usei um creme (Synalar) para um eczema que me aparece de vez em quando nos braços, aparecia-me imenso no pescoço (agora já não tanto) e nas zonas laterais do queixo e testa (este eczema começa a escamar a minha pele, fica vermelho e dá muita comichão, por vezes dói). A minha pele é mista e, portanto, sensível (deduzo eu). É raro o creme que uso que não me desperta logo esse eczema (seja na cara ou nos braços). A minha zona T tem tendência a oleosidade e sensibilidade, nas bochechas raramente verifico algum problema portanto terei pele normal aí (não?) mas depois as zonas laterais do queixo são super sensíveis. Peço sempre amostras de hidratantes faciais porque já sei o que a casa gasta, e na maior parte das vezes dou-me mal com eles e depois lá se passam uns dias a Synalar para recobro. O único que costuma safar-me é o boião grande branco de Nívea, hidratante de e corpo e cara com óleo de jojoba. No entanto, por falar em amostras e testers, vi um vídeo em que a rapariga dizia que devemos usar um creme pelo menos durante um mês para termos a certeza das reacções que ele nos poderá fazer e que, não é por nos aparecerem não sei quantas borbulhas nos dias seguintes a experimentá-lo, que ele está a fazer reacção pois essas borbulhas já estavam destinadas a aparecer porque já estavam a ser criadas pelas camadas mais profundas da pele (eu disto não percebo nada, mas foi o que ela explicou). É que actualmente estou a testar um hidratante facial e notei que o eczema não se manifestou mas começaram a aparecer-me algumas bolhinhas na cara (e eu não costumo ter este problema). Devo continuar por um mês ou devo parar? Será que me podes dar alguns conselhos aqui? É que esta é daquelas situações em que eu gostava tanto de usar “aquele” hidratante mas não sei se vou poder! 😛 (desculpa o comentário de metro)

    Gostar

  3. Bárbara Brandão diz:

    Cada dia que passo gosto mais do teu blog. Sempre posts muito interessantes, inteligentes… gosto muito…
    Ultimamente as pessoas andam doidas, querem ter tudo, comprar tudo porque este e aquele tem e nunca chegam a aproveitar nada. Quantas pessoas eu recebo que me dizem que tem imensas coisas e não usam nada porque dá trabalho??

    B***

    Gostar

  4. Maria diz:

    baby, como sempre os conselhos são super uteis e concordo com todos! eu sou daquelas que abre as embalagens para aproveitar o máximo de produto, que junta água ao champô e amaciador e que prefere dar um pouco mais de dinheiro por um creme bom do que ir acumulando cremes 'mais ou menos' lol

    bjo*

    Gostar

  5. m_I_a diz:

    Já experimentaste o sensibio light da bioderma? É leve, não sendo demasiado gorduroso. Tens também o Toleriane da La Roche, também muito bom para peles intolerantes. Esse hidratante da nivea (o soft) é dos melhores cremes que se encontram por aí e dos poucos que posso usar também!

    Essa coisa de que as borbulhas estão nas camadas inferiores da pele (derme) é mentira. Já ouvi isso em muito lado e a muita gente, não sei bem porquê! As borbulhas alérgicas (como as que imagino que tenhas) não são comedões obstruídos, não vêm de camadas inferiores, são sim respostas automáticas da superfície da pele a algo que não lhe agrada. Cremes que te façam isso, nem lhes toques.

    Espero ter ajudado, eu sei que o bioderma é muito caro, mas também não te faz bem usares sempre o Synalar, que é medicamento para todos os efeitos! Desculpa ter demorado a responder mas queria responder-te como deve ser e com calma e só agora tive um tempinho 😉

    Beijinho

    Gostar

  6. Akuma Kanji diz:

    Agradeço imenso os conselhos 🙂 Vou ver se consigo encontrar esses dois hidratantes para testá-los 🙂
    A explicação das borbulhas vi no vídeo de uma rapariga (provavelmente até já viste também essa moçoila) americana que sofria imenso de acne cístico e então pensei que ela sabia do que estava a falar. Mas provavelmente não se pode aplicar a toda a gente nem a todas as reacções. Eu estranhei de facto as borbulhinhas me aparecerem porque eu raramente tenho isso. Mas obrigado mesmo. Provavelmente ía testar o hidratante em questão durante 1 mês e assim poupe-me se calhar a uma carga de trabalhos 😛
    Mais uma vez, muito obrigado ^__^

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s