Evento Bioderma

Na passada semana, tive o prazer, em conjunto com outras bloggers de ficar a conhecer mais de perto a Bioderma. Quem lê o meu blog há um tempo deve ter reparado que sou fã confessa da marca e já o era muito antes deste blog existir. Comprei o primeiro produto que tive da marca foi assim que ela chegou a Portugal (há 5 anos? por aí…). Era a famosa água micelar Sensibio. Lembro-me perfeitamente no início ter achado que devia estar tola e que aquilo não me ia tirar maquilhagem nenhuma. Tirou e tirou
tudinho. Desde então, somos inseparáveis.

Comecei depois a ouvir falar de uma tal Créaline pelos blogs fora e achava estranho, porque me parecia semelhante ao que cá tinha e era da mesma marca. Afinal, era simplesmente o nome antigo do produto! Posso dizer que foi o primeiro “produto de culto” que comprei.

À água micelar seguiu-se o creme de hidratação Sensibio e o de olhos da mesma linha, produtos que ainda hoje uso e que são os meus “go-to”, juntamente com outros que me farto de referir aqui.

Esta é a minha história com a marca, a história da marca em si tem uma cronologia um pouco diferente. Foi criada com o intuito de educar a nossa pele para que seja mais saudável, colocando a biologia ao serviço da dermatologia. O primeiro produto a ser criado foi o champô Nodé, o primeiro champô não detergente que dispensa tudo o que é acessório (espessantes, corantes e outros -antes que tais).

É, ainda hoje, um dos produtos mais vendidos da Bioderma (e é certamente velho conhecido de muitas leitoras que tenham problemas capilares).

A este champô seguiu-se a água micelar Sensibio e a esta o creme Sébium AKN. Hoje em dia, a Bioderma tem 7 linhas diferentes (em Portugal, lá fora há mais duas) adaptadas a cada problema e situação:

– Sensibio – para pele sensível, a que uso há anos;
– Atoderm – pele atópica e muito seca;
– Sébium para peles oleosas com tendência acneica;
– Cicabio reparadores cutâneos para prevenção de cicatrizes;
– Nodé – gama capilar para todos os tipos de cabelo;
– Photoderm – gama solar;
– White Objective – gama despigmentante.

Uma coisa muito útil que a marca tem, ao contrário de muitas outras de farmácia é este útil código de cores que torna mais rápido situar a vossa pele em qualquer um destes grupos. No final desta conversa extremamente informal e informativa que tivemos com as responsáveis da marca, analisámos os nossos casos em particular, o que é sempre divertido. Como é óbvio, saí de lá com uma grande wishlist!



1- Sensibio AR – para pele com rosácea ou “flush”, é um creme com pigmento bem claro que é mesmo o meu tom de pele (yeyyy!);
2- Máscara Sensibio – já experimentei e adoro! Extremamente hidratante e é absorvida rapidamente, deixa a pele super suave;
3- Sérum white objective – funciona como um exfoliante e previne comédons bem como hiperpigmentações. Agradou-me muito;
4- Photoderm AR – protector solar específico para peles sensíveis com problemas vasculares também (presente!), também é “teintée”, não me lembro de que tom ficava este na minha pele mas acho que ficava um nadinha escuro…;
5- Nodé S máscara para cabelos secos – máscara para cabelos secos é a minha segunda religião, como já devem saber;
6- Photoderm MAX compact – É uma base com protector solar. Ou um protector solar com base? Tem só dois tons e o mais claro é escuro para mim, vamos ter fé que com um bronzezito eu chego lá!

Adorei conhecer ainda melhor esta marca e falar sobre problemas de pele e activos. Foi uma tarde muito agradável, resta-me deixar um grande agradecimento à Bioderma!

17 thoughts on “Evento Bioderma

  1. Liliana diz:

    Tenho pele oleosa e vermelhita, em algumas zonas do rosto. Nunca consultei um dermatologista, mas todos os cremes de farmácia que experimentei até agora, pouco ou nenhum resultado deram. Depois deste post, fiquei com vontade de experimentar estes. 😀

    Gostar

  2. szofi diz:

    Não estive presente nesse encotro de bloggers com a Bioderma (Têm que começar a fazer essas coisas no norte!) mas ainda noutro dia estive a falar com o representante da marca num congresso de Dermatologia e falou-me precisamente do sensibio AR com côr, que foi reformulado há pouco tempo. Eu adoro a bioderma, e uso o photoderm max AR (que também tem uma corzinha) e o pan Photoderm Max 50+ na côr mais clara (que é escuríssima para mim, mas que derrete na pele e dá um tom agradável na praia). Mas só a consigo usar mesmo no alto Verão, porque senão dá aquele efeito “cara de barro”. Quando experimentares o sérum avisa, estou muito curiosa!

    Gostar

  3. m_I_a diz:

    Olá Lea,
    Eu não tenho pele oleosa mas, aquilo que ouvi de quem tem no encontro é que ele não reduz os poros, até porque nada reduz os poros, mas faz um bom trabalho a segurar a oleosidade da zona T e a disfarçar os poros antes da maquilhagem!

    Espero ter ajudado!

    Beijinhos

    Gostar

  4. Anónimo diz:

    Para as fãs da BIODERMA do grande Porto, o Espaco Saúde e Bem Estar do Jumbo da Maia já tem todos os must have da marca! Sempre com um sorriso, aconselhamento profissional, excelentes promoções e o melhor preço, à vossa espera !

    Gostar

  5. Anónimo diz:

    Olá m_I_a.

    Queria colocar esta questão num sitio mais adequado, mas não encontrei nenhuma etiqueta que correspondesse a alguma publicação sobre protectores solares (ou então estou pitosga).
    Mas como neste post fazes referência a um, deixo aqui a minha questão: há algum problema em utilizar no rosto protectores que normalmente são para o resto do corpo?

    Obrigada e um beijinho,

    Lian.

    Gostar

  6. m_I_a diz:

    Olá Lian,

    Estás à vontade para colocar questões onde quiseres ou mesmo para me enviares um email ;). Por acaso vou fazer um post sobre protectores em breve!

    Não há nada de errado e não é “contra-indicado”, simplesmente, a pele do corpo é geralmente mais seca que a da cara e por isso provavelmente vais achar que o protector de corpo te vai deixar a pele oleosa, daí ser aconselhável um de cara, mas não obrigatório.

    Beijinho

    Gostar

  7. Carolina diz:

    Olá Sara.

    Aproveitando a questão da Lian, coloco-te uma questão. Também tenho o cabelo oleoso e no dia seguinte à lavagem já não está com um aspecto nada decente. Até agora o que faço é usar um rabo de cavalo no segundo dia com alguma laca e tento desfiar um pouco o cabelo para lhe dar volume e não se notar tanto a sujidade. No entanto tenho sempre receio que se note que está realmente sujo e já pensei em começar a lava-lo todos os dias.
    No entanto, como deves saber, em muitos blogs sobre beleza, em revistas etc, há muita gente a afirmar que lavar os cabelos todos os dias conduz à sua queda e os estraga. Por este motivo tenho tentado não o fazer, afinal de contas, não quero ficar sem cabelos ou com o cabelo estragado.
    Por outro lado também já li muitas afirmações de que isso é mito e que a lavagem não prejudica o cabelo.
    O que é facto é que noto que no final do dia seguinte à lavagem, caem mais cabelos do que nas alturas em que por algum motivo tenho mesmo de lavar o cabelo diariamente.

    Portanto a minha pergunta é: lavar os cabelos todos os dias faz efectivamente mal aos fios e proporciona a sua queda?

    Beijinhos

    Gostar

  8. Carolina diz:

    P.S.- Li há dias uma questão sobre o Nodé da Bioderma, penso que colocada pela Lian, e fiquei com vontade de eu própria colocar esta questão. Como na altura não me deu jeito escreve-la, vim cá hoje espreitar mas, só após o envio do comentário é que vi que o coloquei no sitio errado (guiei-me pela imagem do champô e pensei que tinha sido nesta publicação que tinha lido o tal comentário).
    É só um pequeno esclarecimento para não ficares a pensar que sou maluca, já que o comentário feito neste post nada tem a ver com aquele a que me referia (sobre cabelos oleosos). lol

    Gostar

  9. m_I_a diz:

    Quanto a conduzir à queda, não há nada que efectivamente prove esse facto, apesar de existir muita gente que constata esse facto. No entanto o que acontece, de facto, é que quando mais lavares os cabelos, menos tempo vão durar limpos, se começares a lavar dia sim dia sim, provavelmente ao fim do dia já vais ter o cabelo oleoso. O que eu te aconselho é experimentar um champô mais suave como este nodé para “disciplinar” o teu cabelo a produzir menos óleo, já o experimentei com várias pessoas e deu mesmo resultado 😉

    Ahah não és nada maluca, fica sempre à vontade!

    Beijinho

    Gostar

  10. Carolina diz:

    Obrigada pelo esclarecimento.

    Aproveito para dizer que estou a adorar o teu blog, bem como a página no FB.
    Foi a Lian que me deu a conhecer o Make Down quando te colocou a pergunta sobre esse mesmo champô (visto termos problemas capilares semelhantes), daí a confusão em relação aos comentários e publicações.
    Nos últimos dias tive oportunidade de explorar melhor o teu blog e de ler muitos dos post's mais recentes, e é realmente muito interessante e esclarecedor.
    Sem dúvida que vou continuar a acompanhar o que tens para partilhar.

    Beijinhos.

    Gostar

  11. m_I_a diz:

    Muito obrigada Carolina! 😀 Fica sempre à vontade para colocar qualquer dúvida que tenhas em qualquer post ou mandar por email, posso demorar um bocadinho às vezes, mas respondo sempre 😉

    Beijinho!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s